Josué de Castro: Fome e Repercussões Sociais

Josué de Castro: Fome e Repercussões Sociais

Kátia Hale dos Santos¹; Esp. Amanda Cristina Chaves

RESUMO

O presente artigo tem como objeto o fenômeno da fome e suas repercussões sociais segundo o pensamento do maior estudioso brasileiro do assunto, Josué de Castro. O estudo da fome na produção intelectual do escritor é tomado, neste trabalho, como resultado de um confronto entre suas experiências pessoais e a realidade histórica da época. Detemo-nos diretamente no período correspondente ao desenvolvimentismo no Brasil, quando foi priorizado o investimento na indústria como principal atividade econômica para seu desenvolvimento, deixando, o governo, as atividades agro-rurais em segundo plano. As transformações pelas quais passou o Brasil naquele período histórico formaram o cenário para perpetuar a fome aqui e nos demais países em via de desenvolvimento.